Na última semana, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que as inscrições no Bolsa Família começarão a ser realizadas por meio de aplicativo. E não mais por meio das prefeituras. De acordo com Bolsonaro, essa nova versão do programa está quase concluída, mas ele não deu outros detalhes.

Em um evento em Maceió, o presidente disse que “Está quase pronto também a questão do novo Bolsa Família. E mais ainda, brevemente a inclusão no Bolsa Família não será mais procurando prefeituras pelo Brasil. Será feito através de um aplicativo”, explicou.

No mês de abril, Bolsonaro havia dito que tinha a intenção de aumentar o valor médio de pagamento do programa para o valor de R$250 reais. Hoje, o valor médio do benefício é de R$192. A mudança deve ser feita entre os meses de agosto e setembro.


Mudança no Bolsa Família

Em entrevista ao O Globo, a ex-secretária de Renda e Cidadania, Letícia Bartholo, que é responsável pelo programa Bolsa Família e do Cadastro Único, disse que a solução dada pelo presidente “vai apartar ainda mais o Estado da população mais pobres”. Ela desconsidera a colaboração federativa que deve envolver o combate à pobreza.

Bolsa Família

O Bolsa Família foi criado para tirar as famílias da situação de pobreza e extrema pobreza no país. Porém, para continuar recebendo os benefícios as famílias precisam se inscrever e seguir algumas regras.

O programa foi criado no ano de 2003, no início do governo do PT, após a proposta de junção de outros benefícios criados no governo FHC para compor o programa.

A ideia era realizar transferência direta de renda que beneficiasse as famílias em situação de pobreza e extrema pobreza no país todo.

Como serão feitos os pagamentos?

Os pagamentos do programa Bolsa Família em 2021, estão sendo realizados por meio da poupança social digital, mais conhecida como Caixa Tem.

Essa decisão foi uma das formas encontradas de fazer com que a Caixa aumente a sua gama de clientes e assim possa oferecer mais serviços. O aplicativo tinha sido criado para a realização do pagamento do auxílio emergencial, com o tempo o governo outros benefícios públicos.

Fonte: www.redebrasilnews.com.br

Poste seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade